.

.
ATENÇÃO: ..............................................................Este Blog tem conteúdo adulto, cenas de sexo e imagens proibidas para menores de 18 anos. Caso você não ................................................................................tenha 18 anos completo ou se ofenda com material pornográfico não continue a navegação.

sábado, 18 de julho de 2015

POEMA enviado por um CORNO APAIXONADO


Este "poema" conta um pouco de nossa trajetória rumo ao mundo liberal. Todos os fatos descritos no poema são verídicos, tanto as falas dela quanto os acontecimentos. 

Casalestudante






Ser manso é uma arte, ter chifre faz parte.

Com dezoito anos começamos a namorar
Tínhamos muito tesão e só pensávamos em transar. 
Com vinte e três anos já não mais a fazia gozar
Pensando em nosso futuro, resolvemos inovar.

Assistíamos pornô, buscando nova inspiração
Mas na hora do sexo já não estava dando não. 
Ela gozava com meus beijos mas raramente com meu pau.
Fui ficando muito frustado pois isso me deixava mau.

Comecei a ver uns vídeos de esposas que chifravam
Me melava de tesão mas dizia "não pode não".
O tempo foi passando e fiquei imaginando
Minha amada esposa, a outro homem se entregando.

Um dia ela me disse que uns vídeos a excitavam
Era troca de casais, e todos ali gozavam.
Mas então me confessou uma condição atenuante
Eu não podia ter outra mulher mas ela queria um amante.

Me excitei de cima abaixo, era tudo o que eu queria
Levar chifre na cabeça e ter uma esposa vadia.
Como nem tudo é perfeito, esse chifre não saia. 
Dizia a minha Micheli " amor vamos ficar na fantasia"

Conversamos durante anos, tive de ter paciência.
Setembro de 2014, assinamos a sentença.
Com Gosto Negro conversei, acertamos o local
Viajamos a São Paulo, com ela louca por um pau.

No começo estávamos tímidos depois foi tudo natural
Rolou beijo na boca, e muito sexo oral.
Ela logo se entregou, me agradecendo com carinho
Dizia "muito obrigado, eu te amo meu corninho"

Trinta minutos de sexo e ele nada de gozar 
Ela dizia " amor só ele pra me saciar"
Quatro vezes ela gozou três na buceta e uma no cu
Não parava de repetir "corno manso eu te amo"


Me humilhava o tempo todo com a intenção de me lembrar
Que a mulher que eu tanto amava, eu não podia saciar
Com jeitinho de mandona me mostrando meu lugar
Sete meses eu fiquei sem poder lhe enrabar.

Me treinou de um jeito louco me masturbando sem parar
Dizendo "corno manso, se sujar vai me limpar"
Durante a punhetinha começou a cronometrar
Vinte e cinco segundos e eu teria de gozar.

Ante ontem ela me disse que me ama mais que tudo.
Mas que na hora do sexo ela prefere um pauzudo.
"Sinto muito corno manso pelo que vou lhe falar" 
"Infelizmente com você, não dá ânimo de transar"

O que buscamos sexualmente é um negro possante
Para que um dia desses se torne o seu amante. 
Coma ela em nossa cama, nossa sala e na cozinha.
Faça uma baita lambança sem usar a camisinha. 


Temos uma vida estável e sexualmente estimulante. 
Obrigado a todos somos o Casalestudante.

3 comentários:

  1. Corno tem de tudo quanto é tipo. Eu por exemplo, o que eu mais gosto na forma de ser da minha esposa, é que com ela não rola essa coisa de amante, de meter sempre com o mesmo macho.
    No primeiro encontro, ela se encontra sozinha com o macho. Se rolar uma química, eles vão para o motel ( sem minha presença ).
    Depois, recebemos o cara em nossa casa e como eles já são íntimos, não ficam inibidos com a minha presença.
    Depois rolam mais dois, três, quatro encontros e minha esposa prefere pinto novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho perfeito assim amigo.. a minha tbm é assim sempre quer rola nova e depois d dar muito p o cara ela dá p mim c um Tzao louco !!!

      Excluir